Crypto

Analistas falam sobre o Ethereum: está sub ou supervalorizado?

A blockchain do Ethereum é incrível.

São contratos inteligentes, finanças descentralizadas, aplicativos, tokens dos mais diversos, inclusive não fungíveis, e até Bitcoin “de mentira”, entre tantas outras funcionalidades que a rede proporciona ao ecossistema cripto.

Seria este um protocolo subvalorizado diante do que oferta?

Ou a concorrência dos diversos protocolos que estão evoluindo pode apontar que o Ethereum já marcou seu topo histórico e perderá espaço no mercado?

Subvalorizado! Deveria estar US$10.000 dólares

De acordo com o trader e analista de criptoativos, Lark Davis, o preço do Ether deverá atingir os US$ 10.000 dólares nas próximas semanas.

Davis associa a possibilidade à entrada de grandes investidores, Bancos e corporações em novos investimentos na rede.

De fato pesquisas da Glassnode e da CryptoQuant mostraram que atualmente os principais investidores em finanças descentralizadas são as grandes instituições privadas.

Davis também vê uma maior diversificação de portfólio de investimentos, onde investidores estão “enxergando” outros criptoativos que não apenas o Bitcoin.

“Existem empresas como a Ark Invest que estão promovendo os investimentos da Ethereum para seus clientes institucionais”, disse Davis em um vídeo publicado no Youtube.

Davis falou sobre a baixa reserva de ETHs nas exchanges de criptomoedas.

Para o azar de Davis, no dia seguinte a esta fala mais de 1,4 milhões de ETHs foram transferidos para as exchanges, o que foi um volume bastante acentuado para um único dia.

Por fim Davis associou o aumento do número de criptomoedas em garantia no ETH 2.0 e a queima de criptomoedas em taxas de transação como sendo fatores de aumento de escassez da criptomoeda.

Supervalorizado! Deveria estar US$ 1.500 dólares

Já o estrategista-chefe do Banco americano JPMorgan, Nikolaos Panigirtzoglu, disse que “o ETH deveria custar custando no máximo uns US$ 1.500 dólares”.

Este seria “um preço justo”, disse Panigirtzoglou.

Panigirtzoglou vê a concorrência dos protocolos Binance, Solana e Cardano como os “matadores do Ethereum, pois a rede do Ethereum não é mais única e enfrenta forte concorrência”.

O estrategista inclusive mencionou o hard fork Alonzo que trouxe os contratos inteligentes, NFTs e finanças descentralizadas à rede Cardano.

Panigirtzoglou associou o crescimento da criptomoeda ETH à confiança dos investidores na transição do protocolo para prova de participação (PoS).

E assim disse que “para determinar o valor de Ethereum observamos o hashrate da rede e o número de endereços exclusivos. O preço atual do ETH pressupõe um aumento tão acentuado no tráfego que é simplesmente impossível se materializar”.

Opinião

No momento desta reportagem o mercado mundial estava em queda.

Os criptoativos, então, um desastre com o Bitcoin e o Ethereum caindo -12%.

Mas independentemente deste movimento que levava o Ethereum para baixo dos US$ 3.000 dólares de novo, as análises de longo prazo ignoram estes supostos “ruídos” do mercado.

Assim, a maioria dos analistas criptográficos não concordam com a opinião de Panigirtzoglou.

Por exemplo, recentemente em meio à indecisão do mercado a Skale Labs e a Pantera Capital afirmaram que o preço do ETH está subestimado.

E para vocês, caros leitores, o preço do ETH está sub ou superestimado?

Deixe a sua opinião aqui nos comentários pra gente.

.

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! Acesse: http://www.bitcointrade.com.br/




Source link

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar