Economia

O despertar dos Bancos Centrais às moedas digitais



FAÇA PARTE DO FOLLOW THE MONEY:
🔷 Faça parte: https://fernandoulrich.com.br/follow-the-money
—————————————–

Este é um trecho de uma palestra que dei para a Gonew Advisors. O vídeo na íntegra pode ser conferido aqui:
https://youtu.be/BtgqaUcduy8

#MoedaDigital #CBDC #Criptomoeda
_________
PRECISA DE AJUDA PARA INVESTIR?
💬 Fale com a Liberta: https://cutt.ly/lp_ulrich#liberta

Quer mais conteúdos gratuitos?
📱 TELEGRAM: https://cutt.ly/ulrich_telegram
🔊 SPOTIFY: https://cutt.ly/ulrich_spotify

source

Etiquetas
Mostrar mais

35 Comentários

  1. O pix na questao de transferência instantânea é bom! Mas, e a questão do anonimato e a privacidade das transações? Liberdade do indivíduo fica perdida! Melhor séria moedas de fiduciárias com cifras maiores.

  2. Perfeito, quando não se pode vencê-lo junte-se a ele e tribute para ficar bom. Acho que o btc é tão bom que os Estados chegarão nesse ponto, mas estão revoltados por estarem pagando caro pela unidade e simples mortais chegaram a essa conclusão primeiro, kkkkk
    E o pior, se o estado falar vou entrar o mortal que entrou primeiro se tornará ainda mais rico, kkkkk
    Satoshi é o cara!!! E melhor, não tem endereço e nem rosto, kkkk

  3. Não ter moeda digital é ver a cena passar ao lado. É caminho sem volta. Seja pelo custo, se considerarmos todos os processos envolvidos constataremos que é gigantesco, ou pelo monitoramento das movimentações realizadas.
    Um openbank global me parece o próximo passo.

  4. A Conversação de moedas entre redes pode ser feita através de cross-chain ou oraculos, a chainlink faz esse papel muito bem. O mesmo poderia ser feito entre CBDCs, um Oráculo poderia fazer essa conversação entre as FIATs usando a mesma ideia de uma casa de cambio pagando uma taxa básica.

  5. Caro Fernando, boa noite.
    Assista ao seu vídeo pensei na hora da rede XinFin ((XDC), e as parcerias que já integra, inclusive com nosso Banco Central, entre outros.
    Seria essa a solução que comenta ser necessário …?
    Abraço.

  6. Eu nao confio em redes sociais, ainda a pouco tempo vi um projeto de uma delas que tem a intenção de criar uma rede social descentralizada. Mas eu nao acredito em descentralização alguma vinda dessas empresas. O BTC eu acredito.

  7. Agradeço todos os dias por conhecer o bitcoin alguns anos atrás, mudou minha vida completamente, antes eu não tinha nenhuma noção de economia, vivia endividado, não sabia poupar e bajulava o governo, depois de entender bem o bitcoin, na verdade, ainda busco entender cada vez mais, minha vidou mudou pra melhor, não pq o preço subiu, mas pq aprendi mais ou menos de como o dinheiro funciona, eu nunca tinha ouvido falar de fiat ou moedas fiduciárias, aprendi a poupar e investir, a ter mais controle sobre minha vida e n depender muito de serviços financeiros do governo ou pedir dinheiro emprestado para familiares ou bancos, comecei a ter mais responsabilidade com meus erros e n ficar achando culpados, aprendi muito sobre a história do dinheiro, e de como o o gold standard foi sabotado pra que governos e bancos centrais pudessem manipular isso como bem entendessem..

    enfim, para mim o bitcoin tem imenso valor, pq eu mesmo posso custodia-lo, é resistente a censuras, sem fronteiras, e que pode escalar pra micro pagamentos, o q eu n acho q é o principal atributo do btc, o principal atributo do btc é ser resiliente, seguro e resistente a censura, isso vale muito mais que micro pagamentos, e que muitas pessoas não se tocam disso..

    enfim, só tenho a agradecer pelo bitcoin ter mudado minha vida!

  8. Fernando só deu uma bola fora… VALOR DO BITCOIN = 1: Meio de pagamento não rastreável. 2: Meio de movimentação financeira ilimitada e com baixas taxas. 3: Demanda crescente e oferta beeemmmm limitada. Ao contrário da LIBRA, governos JAMAIS terão como regulamentar ou mesmo impedir a circulação de Bitcoin ;)… E fora outras coisas….

  9. E a Torre de Babel vai se erguendo unificando tudo e a todos em uma única religião(ecumenismo), em uma única língua(inglês) e em um único sistema de pagamento (digital). O objetivo da Torre é unificar todos em um único pensamento e quem não concordar com algo ficará de fora do sistema global. Não acredita? Ora, qual era o intuito do Libra como disse o fernando senão um sistema financeiro global que não respeitaria as soberanias dos países? O senado americano barrou essa via, mas não importa para eles, pois pelos Bancos Centrais a digitalização do dinheiro também acontecerá. Ainda não entendeu que o consórcio por trás da Libra era de empresas supranacionais? Sim, essas mesmas empresas que poderiam acabar com a fome no mundo em um estalar de dedos, mas não fazem, pois o objetivo é outro: CONTROLE. Privacidade, segurança jurídica, livre pensamento e expressão não serão aceitos. Sei que muitos entusiastas de moedas descentralizadas o são devido as amarras de governos, mas nesse caso é cair nas mãos de um outro governo muito pior, ou seja um super governo mundial. A propósito os problemas técnicos serão resolvidos, pois o que importa é que a tecnologia de controle já existe(tecnocracia).

  10. O tempo está passando e poderá ser tarde demais, para os Estados conseguirem dominar uma moeda digital. Descentralização é poder com o povo, a verdadeira democracia, não o que se vê hoje, que é praticamente uma ditadura consentida.

  11. Boa noite Fernando! Estava aqui divagando: pensando em países democráticos, e não na China que pode eventualmente usar a CBDC para fiscalizar/controlar o usuário… Não seria mais fácil deixar o mercado cuidar das stablecoins, como atualmente, e o estado regular isso? Ex.: Para esta stablecoin transitar nas corretoras do meu país elas devem ser lastreadas em 70% ou + de títulos de dívida soberana correspondente e 30% ou – em títulos de dívida privada (rating mínimo AAA). Acredito que ainda traria benefícios…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar