Crypto

Cresce de forma vertiginosa o número de usuários cripto em 2021

A exchange Crypto.com publicou um estudo que mostrou como foi o aumento do número de participantes do mercado cripto desde 2020.

O estudo denominado “Medindo usuários criptográficos globais – Um estudo para medir o tamanho do mercado usando métricas on-chain” (traduzido) apresentou números interessantes.

O primeiro estudo reportado pela exchange foi em maio de 2020.

O segundo estudo foi reportado em maio deste ano, e o terceiro agora no mês de julho.

De acordo com os resultados apresentados, a primeira análise (2020) mostrou que havia praticamente 65 milhões de usuários de criptografia no mundo.

Já no segundo estudo realizado em fevereiro de 2021 foram computados pouco mais de 100 milhões usuários, um aumento de aproximados 53%.

Já neste terceiro estudo foram computados 221 milhões de usuários no mercado criptográfico.

Trata-se de um aumento de aproximados 120% em um período curto de tempo.

Mas para quem pensa que só o Bitcoin, o Ethereum, as finanças descentralizadas (DeFi), os tokens não fungíveis (NFTs), e os grandes protocolos cripto que empurraram o número de usuários para cima, se enganou.

Segundo o relatório, os dois protocolos que mais trouxeram usuários par os criptoativos foram as altcoins, provavelmente o Shiba Token (SHIB) e o Dogecoin (DOGE).

A adesão de investidores institucionais como a GrayScale, MicroStrategy, e Tesla, as plataformas de pagamentos como a Mastercard, a Visa e o PayPal, e até El Salvador foram citados como responsáveis pelo crescimento do mercado cripto.

Para o levantamento dos dados a Crypto.com pesquisou mais de 20 das principais exchanges do mundo, como Binance, Bitfinex, Coinbase, Bitre, Gemini, FTX, Kraken, Huobi, e a própria Crypto.com, entre outras.

Os dados mensais mostraram que este crescimento do número de usuários foi paulatino, mas o grande salto foi dado entre os meses de abril e maio, quando boa parte dos criptoativos romperam ou registraram seus topos históricos de preço, ou chegaram muito perto.

Os dados mostraram que de janeiro a junho deste ano, o número de novos usuários de Bitcoin aumentou de 71 milhões para 114 milhões.

Já no caso do Ethereum, de 14 milhões de usuários o protocolo chegou a 23 milhões de usuários.

O relatório também mostrou que em janeiro deste ano 67% do mercado cripto estava alocado em Bitcoin.

Em Ethereum havia 13% dos usuários e nos demais criptoativos havia 20% de usuários.

Estes números passaram a ser mais homogeneamente distribuídos em junho quando 51% do mercado estava alocado em Bitcoin, 38% estava em criptoativos diversos e 10% estava em Ethereum.

Isto mostra como o Bitcoin e o Ethereum perderam certa popularidade e os demais criptoativos receberam a maior parte dos usuários que entraram no mercado cripto.

Os números trazidos pela Crypto.com são muito interessantes, entretanto, o próximo relatório não deverá ser tão otimista uma vez que os meses de junho e julho foram críticos para o mercado cripto.

Inclusive os investimentos institucionais perderam força e até houve mais saída que entrada de dinheiro nestes meses supracitados.

Independentemente disto, no longo prazo o crescimento do mercado deverá superar estas dificuldades.

Cabe lembrar que cada vez mais novos investimentos estão surgindo nos Bancos Privados, que inclusive não foram computados nesta pesquisa.

Assim como também diversas exchanges descentralizadas e plataformas de jogos e NFTs não foram computadas, e tudo isso também é ecossistema cripto.

Enfim, certamente estes números estão subquantificados.

.

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! Acesse: http://www.bitcointrade.com.br/




Source link

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar