Crypto

Anonymous contra a China e Elon Musk

Um detalhe pouco comentado sobre a queda do preço das criptomoedas envolve a proibição da mineração na China, principalmente do Bitcoin.

Sim, que esta proibição derrubou o preço dos criptoativos em geral todos já comentaram e analisaram.

Entretanto, um ponto crucial sobre o problema ficou pouco estampado, o da venda de Bitcoins.

No dia 12 de julho o Portal Bitnotícias informou que a Glassnode levantou dados em que mostravam que os mineradores voltaram a armazenar Bitcoins ao invés de vendê-los.

De fato, mineradores vendem as criptomoedas mineradas para a realização de lucro com a finalidade de arcar com o alto custo da mineração, e para sobrevirem, é claro!

O fato é que os mineradores de criptomoedas não o fizeram devido à proibição propriamente dita como assim foi pensado; mas sim pelos custos que isto gerou.

Recentemente o grupo de hackers Anonymous expôs de forma mais escancarada esta outra problemática que envolveu a proibição da mineração na China.

Em um vídeo publicado pelo grupo, os hackers declararam guerra contra a China, pois a proibição da mineração trouxe encargos ou ônus financeiros desnecessários aos mineradores.

Isto porque estes tiveram que não apenas desligar seus aparelhos, mas migrarem para outros países.

Este custo teve que ser bancado por Bitcoins, o que levou à venda maciça da criptomoeda.

As vendas derrubaram o preço da criptomoeda que acionaram stop loss de investidores, e também causaram FOMO no mercado cripto.

O ocorrido levou a um “sell off” generalizado que derrubou o valor do mercado criptográfico.

Não por menos, após o paulatino reestabelecimento do processo de mineração o preço dos criptoativos foi estabilizado.

Também o hash rate das redes de blockchain à base de prova de trabalho se estabilizaram e voltaram a subir, assim como também o número de nós de mineração.

O grupo Anonymous também se voltou contra Elon Musk, o suposto disseminador da falácia da problemática ambiental do processo de mineração.

O fato é que sim, o Bitcoin necessita de muita energia para ser minerado, entretanto, praticamente tudo no mundo precisa de energia para funcionar.

Neste caso em específico, os Bancos, por exemplo, para manterem seus sistemas financeiros ativos consomem mais energia que o Bitcoin.

Os hackers também acusaram a China do que já era previsto: proibir as criptomoedas para lançarem a sua moeda estatal digital, a CBDC Yuan digital.

O grupo Anonymous classificou esta como uma medida covarde do Governo chinês.

O grupo disse que “a China era um lugar muito atraente para os mineiros porque a eletricidade era muito barata, especialmente em regiões remotas que ficavam perto de usinas hidrelétricas. Até recentemente, a China estava feliz em permitir que mineradores operassem no país, mas agora o governo planeja lançar seu yuan digital e não permite mais que criptomoedas concorrentes sejam usadas dentro de suas fronteiras”.

Assim, a ideia do grupo Anonymous é bater de frente com Musk e a China apoiando uma moeda meme, a Anon Inu.

Os hackers querem produzir a moeda para fazerem uma guerra de memes contra Musk.

Para tanto, os hackers querem distribuir tokens Anon Inu aos “hodlers” do ativo para serem utilizados em finanças descentralizadas (DeFi).

O propósito do grupo hacker Anonymous é interessante e no mínimo curioso.

Mas convenhamos: “É cada ideia….!”

.

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! Acesse: http://www.bitcointrade.com.br/




Source link

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar