Crypto

FinCEN inclui o combate aos crimes com criptoativos entre suas prioridades

Os Estados Unidos estão tão preocupados com os crimes com criptoativos que os estão tornando prioridade.

A Rede de Execução de Crimes Financeiros (FinCEN) americana listou as prioridades contra crimes diversos e neles estão os crimes com criptoativos.

Foram elencadas pela instituição o combate à corrupção, aos crimes cibernéticos e crimes com criptoativos, ao financiamento do terrorismo, à fraude, às organizações criminosas transnacionais, ao tráfico de drogas, ao tráfico humano, e ao financiamento de armas de destruição em massa.

De acordo com o FinCEN, novas regras determinarão como as instituições financeiras deverão incorporar essas prioridades em seus programas de combate à lavagem de dinheiro.

Desde de meados de 2020 a FinCEN tem desenvolvido abordagens diversas para supervisionar a indústria de criptoativos nos Estados Unidos.

Na ocasião, a entidade reguladora tentou exigir que os Bancos e demais instituições financeiras informassem todas as transações de carteiras de criptomoedas.

Com a mudança do governo e da presidência do país a medida não prosperou.

COmo os crimes com criptoativos têm aumentado e lesado investidores, a Fin CEN se viu obrigada a aumentar o cerco regulatório e protecional dentro do mercado cripto.

A Agência está preocupada com os crimes cibernéticos, os diversos tipos de ataques de ransomware e hackers, a lavagem de dinheiro e demais crimes que impeçam o sadio desenvolvimento do mercado criptográfio.

Segundo declarações da própria FinCEN em um comunicado os criptoativos farão parte de uma importante inovação financeira digital, e por isso deverão ser protegidos.

.

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! Acesse: http://www.bitcointrade.com.br/




Source link

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar