Crypto

Mais de 1,2% dos Bitcoins minerados estão presos em garantia na rede Ethereum

O Bitcoin já é escasso por fundamento.

Também tem-se a ciência que muitos tokens já foram perdidos de diversas formas.

E ainda há 1% dele fora de circulação preso em garantia em um token que o permite ser utilizado em protocolos de finanças descentralizadas (DeFi) de forma mais dinâmica.

No momento desta redação o protocolo Wrapped BTC (WBTC) atingira a marca de 187.610 Bitcoins (EtherScan) retidos na rede Ethereum.

É exatamente 1,001% de todos os Bitcoins que já foram minerados.

No momento desta redação um total de 18,73 milhões de Bitcoins haviam sido minerados, de acordo com o site CoinMarketCap.

O WBTC é um ativo tokenizado mantido pela empresa BitGo, criado como um token ERC-20 na rede Ethereum em 2019.

Também já passou pelo seu momento “boom” ou hype, assim como quase tudo que é novo no ecossistema cripto.

Atualmente é o terceiro token em capitalização de mercado do ecossistema DeFi, atrás do LINK (questionável nesta listagem), e do UNI.

Mas, o WBTC é apenas um dos ativos tokenizados na rede Ethereum.

Ainda existem outros e somando todos a porcentagem de Bitcoins em garantia na maior rede de tokens do mundo é de 1,28%.

São 240.333 Bitcoins tokenizados no total.

Isso representa mais do que o Bitcoin de certa forma estar mais escasso no mercado, mas também como os protocolos DeFi têm se expandido e como o Bitcoin está podendo ser utilizado neles.

.

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! Acesse: http://www.bitcointrade.com.br/




Source link

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar