Crypto

El Salvador será o primeiro país do mundo a aceitar o Bitcoin como moeda de curso Legal

El Salvador poderá se tornar o primeiro país do mundo a aceitar o Bitcoin como moeda legalmente.

O anúncio foi feito na Conferência Bitcoin 2021 que está acontecendo em Miami nos Estados Unidos.

Trata-se do maior evento de criptooativos do mundo.

Durante a fala de Jack Mallers, fundador da plataforma de pagamentos Lightning Network Strike, foi apresentado um vídeo onde o presidente de El Salvador, Nayib Bukele, fez o anúncio.

Mallers disse que está abrindo uma empresa de criptoativos do grupo Strike em El Salvador em parceria com a empresa Blockstream.

Através destas empresas que El Salvador vai construir uma moderna infraestrutura financeira usando a tecnologia do Bitcoin.

Em março a Strike lançou seu aplicativo de pagamentos móveis em El Salvador e este se tornou o aplicativo mais baixado no país.

Além do mais o país também está trabalhando com uma equipe de especialistas e cientistas cibernéticos que conhecem a tecnologia blockchain e do Bitcoin.

O CEO da Blockstream, Adam Back, disse que planeja contribuir com uma infraestrutura de satélites para fazer de El Salvador um modelo para o mundo.

“Temos o prazer de ajudar El Salvador em sua jornada para a adoção do padrão Bitcoin”, disse Back na Conferência.

A própria organização da Conferência Bitcoin 2021 saudou o anúncio de Bukele em uma postagem em sua página do Twitter dizendo que tratava-se de um dos maiores anúncios da história do Bitcoin.

No anúncio em vídeo, Bukele disse que vai introduzir uma Legislação para tornar o Bitcoin uma moeda Legal em El Salvador.

Na próxima semana enviarei ao Congresso um projeto de Lei que tornará o Bitcoin uma moeda com curso legal

Nayib Bukele, presidente de El Salvador

Bukele enfatizou que “no curto prazo, isso vai gerar empregos e ajudar a proporcionar inclusão financeira a milhares de pessoas”.

El Salvador é um país que possui uma economia predominante em papel moeda, e com baixa inclusão econômica.

A maior parte da população não possui conta bancária e cartões de crédito.

Normalmente as remessas de valores no país são realizadas com papel moeda.

As transferências internacionais possuem altas taxas, levam dias para chegar ao destino e ainda em muitos casos eigem coleta física pelo destinatário.

Até por isso o Banco Central de El Salvador vai adotar o Bitcoin como parte de suas reservas.

Mallers disse durante a Conferência que a mudança “ajudará a liberar o poder e o potencial do Bitcoin para casos de uso diário em uma rede aberta que beneficia indivíduos, empresas e serviços do setor público”.

E continuou dizendo que “o que é transformador aqui é que o Bitcoin é tanto o maior ativo de reserva já criado quanto uma rede monetária superior. Manter o Bitcoin fornece uma maneira de proteger as economias em desenvolvimento de choques potenciais da inflação da moeda fiduciária”.

O documento que o país elaborou diz que os Bancos Centrais pelo mundo estão aumentando as ações que podem causar danos à estabilidade econômica de El Salvador.

E que para mitigar o impacto negativo destas ações se tornou necessário autorizar a circulação de uma moeda digital que não posso ser controlada por qualquer Banco Central e que apenas é alterada de forma objetiva e com critérios calculados.

.

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! Acesse: http://www.bitcointrade.com.br/




Source link

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar