Crypto

Dogecoin pode ser bom para quem minera Litecoin, mas ruim para quem o compara ao Bitcoin

A criptomoeda meme do mercado DOGE está deixando os mineradores do algoritmo SCRYPT contentes.

De fato este algoritmo é pouco utilizado, e foi popularizado pelo protocolo Litecoin (LTC).

O ponto é que os mineradores do algoritmo SCRYPT foram beneficiados com a fusão da mineração do DOGE e do Litecoin, e viram seus rendimentos aumentarem com o hype do meme.

Antes das incisivas inferências de Elon Musk em relação à criptomoeda DOGE, ela representava apenas 10% da lucrativa dos mineradores do algoritmo SCRYPT.

Com os twittes de Musk, o hipe das criptos, e a altseason que foi vivenciada de fevereiro ao início de maio deste ano a mineração de DOGE atingiu outros patamares, e agora as coisas na mineração SCYPT mudaram.

O DOGE passou a representar 80% da receita da mineração do algoritmo SCRYPT, não apenas devido à explosão da moeda meme, mas também devido à pasmaceira do LTC.

O mercado insano dos criptoativos ainda é extremamente frágil e esguio, e assim postagens em redes sociais e anúncios governamentais insensatos o moldam com voracidade.

A mesma “boca” que nas redes sociais levou a moeda meme à quarta posição do mercado cripto foi a que iniciou a derrocada do mercado poucos meses depois.

O mercado cripto despencou, mas para um token que custava US$ 0,004 dólar o DOGE ainda é uma moeda supervalorizada.

Está se mantendo lá na casa do US$ 0,3 dólar, e ainda tem o suporte de Musk, que releva o meme sem se importar com os fundamentos.

Procedimento diferente este uma vez que Musk se importou com uma parte do fundamento do Bitcoin, a suposta e ignorantemente comentada poluição que a principal criptomoeda do mercado causa.

Os Bancos poluem mais que o Bitcoin, e ninguém deixou de usar os Bancos para fazer pagamentos e investimentos; é cabível o comentário.

O fato é que o DOGE é uma criptomoeda perigosa, pois foi criada para ser um meme, e assim ser utilizada para o propósito que foi criada.

Mas as pessoas no mercado cripto estão pouco se importando com o que está fora dos gráficos.

Mas deveriam.

O DOGE não possui suprimento máximo ou limitado de produção.

No momento está concentrado em grande parte nas “mãos” de poucos endereços.

E tem uma outra problemática em seu protocolo que deveria fazer com que Musk não mais o comparasse ao Bitcoin.

No que diz respeito à topologia dos nós, apenas 24% de seus nós estão em sincronia no topo ou bloco de ponta da rede.

No mais, 38% dos nós estão sincronizados entre os blocos 2 e 5 da rede, e os outros 38% estão sincronizados após o quinto bloco.

Isto faz com que a rede DOGE tenho pouco mais de 2.000 nós de rede e gera dificuldades pra que novos nós se conctem à sua blockchain.

No Bitcoin, por exemplo, 70% dos nós estão sincronizados ao bloco de ponta da rede.

Outros 25% estão sincronizados entre os blocos 2 e 5 da rede enquanto que apenas 5% dos nós estão sincronizados após o quinto bloco.

Não por menos existem mais de 8.200 nós de rede no Bitcoin.

Se por um lado minerar DOGE pode ser uma boa porque junto o minerador recebe LTC, por outro lado dizer que a moeda meme um dia vai superar o BTC é insolente.

.

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! Acesse: http://www.bitcointrade.com.br/




Source link

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar