Crypto

Jornalista levanta a possibilidade de fraude na venda mais cara de NFT registrada até hoje

Uma postagem na plataforma Patreon da jornalista e especialista em assuntos criptográficos Amy Castor levantou suspeitas sobre a maior venda de um NFT até o momento.

De acordo com a publicação, a estranheza no leilão da obra de arte do artista Beeple foi levantada pelo CEO da Tron, Justin Sun.

Sun participava do leilão e perdeu a compra do NFT no último momento, quando o perfil Metakovan pagou US$ 60 milhões de dólares em Ethereum e mais US$ 9 milhões em taxa.

De acordo com uma investigação de Castor, o perfil Metakovan é pertencente a Vignesh Sundaresan, um empresário de criptografia que morava no Canadá, mas que se mudou para Cingapura devido às conturbadas legislações praticadas na América do Norte.

Castor levantou a dúvida do porquê que Sundaresan quereria ocultar a sua identidade, relacionando tal fato com a motivação de como ele estaria lucrando com tokens não fungíveis.

A biografia de Sundaresan é vasta.

Foi o cofundador da BitAccess, uma das primeiras empresas de caixas eletrônicos no Canadá; lançou no Canadá a exchange de criptomoedas Everal Coins-e; fundou a Fundação Lendroid, com sede em Cingapura; e fundou a empresa de consultoria Portkey Technologies.

Por fim, Sundaresan já afirmou ter apoiado vários projetos criptográficos como o Ethereum, Polkadot, Dfinity, Omisego e Decentraland.

Sundaresan foi acusado em 2013 de lesar diversos clientes da Everal Coins-e.

A relação de Sundaresan com o perfil Metakovan e com os NFTs é tênue.

Sundaresan está por trás da empresa Metapurse, com sede em Cingapura, que investe em criptografia.

De acordo com o site da empresa Metapurse, a missão da empresa é “democratizar o acesso e a propriedade da obra de arte”, tanto que vem adquirindo NFTs já há um tempo.

Foi esta empresa que comprou obras de arte em NFT do próprio Beeple.

A obra “Everdays: 20 Collection” foi comprada em partes por US$ 2,2 milhões de dólares pela empresa Metapurse junto com mais três museus virtuais em um pacote de compras.

A Metapurse ofereceu os NFTs colecionáveis comprados em sua plataforma de venda na troca de tokens B.20 da empresa.

O esquema dos tokens B.20 é complexo e pode beneficiar os titulares do B.20 quando vendem tokens, obtêm ETH, adquirem NFTs, entre outros.

O token B.20 possui distribuição centralizada, onde o próprio Metakovan possui mais da metade dos tokens em posse.

Desta forma, Metakovan de certa forma vende e compra os próprios NFTs.

Segundo levantou Castor, o artista Beeple é parceiro de negócios de Metakovan. Beeple possui 2% de todos os tokens B.20.

Assim, os Fundos da empresa são usados para especular sobre NFTs, sendo que a maior parte dos Fundos é de Metakovan que possui uma certa relação comercial com Beeple.

Assim, a arte leiloada agora “Everydays: The First 5000 Days”, era de interesse de Metakovan para a manutenção dos Fundos de sua empresa.

O que Metakovan não esperava é que Justin Sun manteve-se resiliente durante o leilão cobrindo as ofertas no intuito de adquirir a obra de arte.

O curioso é que a transação no valor de 42.329.453 ETHs não pode ser encontrada na blockchain.

Assim, não dá para saber se realmente o artista Beeple foi pago pela venda feita.

Castor levanta a suposição se Beeple não estaria em cumplicidade com Metakovan para fazer o valor do NFT subir.

Para piorar, de acordo com a empresa que ofereceu a venda do NFT, a Christie`s, especifica em suas condições de venda que a transação deve vir diretamente de uma carteira digital mantida por qualquer uma das seguintes empresas: Coinbase Custody Trust, Coinbase, Fidelity Digital Assets Services, Gemini Trust Company ou Paxos Trust Company.

De acordo com Castor, o fato é que os Fundos podem até ter ido para a carteira de garantia de Christie`s, mas se as partes negociantes tivessem contas na Coinbase, “a exchange poderia simplesmente alterar os registros do banco de dados fora da cadeia para inverter os saldos das contas.”

Assim, completa Castor, “a Coinbase atuaria como uma segunda camada”, e não seria possível visualizar a transação com ETH.

Como conspira Castor, “o leilão da Christie’s acabou sendo um ótimo negócio para Beeple, que agora pode transmitir criptografia para seus 2 milhões de seguidores no Instagram.

“E Metakovan recebe bastante publicidade para seu projeto da ICO, de modo que suas participações pessoais no B.20 aumentam de valor.”

De acordo com Castor, “desde que publiquei este artigo, Sundaresan me escreveu pedindo para retirá-lo. Recusei, mas concordei em fazer edições se ele pudesse apontar para algo específico que estava errado – até agora, ele não fez.”

Castor ainda postou o comentário completo de Sundaresan sobre o assunto, assim segue:

“Olá Amy, estou respondendo para abordar sua preocupação sobre moedas-e como relacionadas a mim. Definitivamente, existem várias imprecisões factuais em sua postagem de blog e seus tweets. Eu apreciaria se você retirasse temporariamente as postagens até que tenha os fatos corretos, pois tal postagem causa FUD desnecessário e, obviamente, é sua escolha não retirá-la. Mas se você fizer isso, vai mostrar que suas intenções estão no lugar certo e que você está procurando ter uma conversa. Em relação às moedas, isso remonta aos dias em que a indústria de criptografia era muito desorganizada e o serviço em si era muito pequeno e não merecia um comunicado de imprensa quando a venda foi feita. O serviço não era nem grande o suficiente para atrair a atenção da criptomídia, o serviço começou a crescer conforme a criptografia da Casa estava tomando conta. A transferência ocorreu por meio de um processo bem documentado com auxílio de advogados de ambas as partes. Poste a venda que eu mudei para construir o Bitaccess, apoiado por YCombinator e eu não tive nenhum link para a Casa Crypto após a venda e eu abordei esse problema repetidamente por meio de boletins informativos e perguntas e respostas. Para as outras partes de sua pergunta, acredito que será melhor respondida entrando em contato com @metapurse e @twobadour diretamente. “

Esta postagem de Castor em seu perfil na Patreon mostra toda uma desconfiança sobre o perfil de um investidor em criptografia que aparentemente utiliza de formas subterfugias em suas empresas.

E põe em dúvida todo o processo de venda do NFT do artista Beeple que foi a maior transação financeira de um NFT registrada até o momento.

.

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! Acesse: http://www.bitcointrade.com.br/




Source link

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar