Economia

Ray Dalio e o Bitcoin



No dia 28 de janeiro, o famoso investidor americano, Ray Dalio, escreveu um artigo intitulado “O que eu penso sobre o bitcoin”. Neste vídeo, vamos comentar o artigo.

Assista aqui à conversa com o canal Bitcoinheiros:
https://www.youtube.com/watch?v=o5o59yqPKbg
https://www.youtube.com/watch?v=LlyzS1HZJqA

#RayDalio #Bitcoin #Criptomoedas
_________
PRECISA DE AJUDA PARA INVESTIR?
💬 Fale com a Liberta: https://cutt.ly/lp_ulrich#liberta

SEJA ASSINANTE E RECEBA MEU MELHOR CONTEÚDO:
🔷 Faça parte: https://cutt.ly/assinatura-ulrich

Quer mais conteúdos gratuitos?
📱 TELEGRAM: https://cutt.ly/ulrich_telegram
🔊 SPOTIFY: https://cutt.ly/ulrich_spotify

(0:00) Introdução
(1:00) Ray Dalio e seu artigo “O que eu penso sobre o bitcoin”
(3:05) Dinheiro baseado no crédito é criado do nada, o bitcoin não
(4:24) Outras criptomoedas não minam a escassez do bitcoin
(5:19) Bitcoin, sim, pode evoluir
(7:09) A imutabilidade é o grande atributo do protocolo
(8:39) Bitcoin é um protocolo base assim como a própria internet
(10:54) Bitcoin é uma opção de longa duração e potencial ouro digital
(12:35) Custodiar por conta própria exige aprendizado
(13:40) Estimativa de preço para o bitcoin
(14:47) Bitcoin tende a estabilizar a se tornar um ativo “chato” como o ouro
(16:55) 2020 foi um divisor de águas para o bitcoin

source

Etiquetas
Mostrar mais

40 Comentários

  1. Você poderia ter um fork com +21 milhões de supply, caso a maior parte da rede topasse. Paralelo bitcoin vs TCP/IP não faz muito sentido, é uma rede baseada em broadcast com uma estrutura de dados persistente compartilhada usando TCP. O paralelo seria uma versão completamente descentralizada e peer-to-peer de uma rede da visa, mastercard … da vida com a possibilidade de rodar outras aplicações em cima do blockchain, o que já é uma contribuição extraordinária para a humanidade. Não acredito que vai ser a única rede de pagamentos descentralizada no futuro.

  2. Bitcoin jamais será ouro, pois ouro se funde, divide, junta e não há rastreamento. Monero eu acredito que possa ser chamado de ouro, mas Bitcoin é aberto, rastreável e tem suas propriedades básicas imutáveis, apesar de se inventar sobre ele algumas tecnologias pra dificultar o rastreamento. Bitcoin é um sistema de notas digitais de emissão limitada.

  3. Em termos de valor real, não dá pra comparar ouro com bitcoin. ouro é extraído e precificado pelo homem, porém ele é gerado e escasso pela própria natureza e tem valor diante das suas propriedades que os torna duradouros. O bitcoin foi concebido pelo homem, foi constituído num sistema de computadores e nele não há valor em si – seu valor, como de toda moeda, está no seu poder de troca perante a bens e objetos de valor. sua escassez é baseada na vontade humana, e não forçada pela própria natureza como é o ouro.

  4. O bitcoin pode estagnar de valor, mas novas tecnologias sempre serão desenvolvidas, portanto novas altcoins serão lançadas no mercado todos os anos e ganharão preço, volatilidade e o mercado de cripto talvez nunca será "boring"

  5. Fernando, dá para haver um tipo de retroalimentação no setor das criptomoedas. Fico pensando se, por exemplo, os oráculos da ChainLink poderiam beneficiar os contratos inteligentes do Ethereum, que, por sua vez, impulsionaram o Bitcoin. Você acha que existe este círculo virtuoso nesse setor?

  6. Sal já foi "dinheiro" (Império Romano) – Arroz já foi "dinheiro" (Japão) – Tulipas já foi "dinheiro" (Holanda) – e agora temos o Bitcoin e várias outras cripto. Assim como as anteriores, deixará de ser dinheiro. O tempo e a invenção continuada é o maior destruidor das moedas "estipuladas".

  7. Creio que a Bitcoin não tenha qualquer chance de sobreviver frente a outras criptos muito mais úteis no mundo real, como Ethereum e Monero. Bitcoin é pouco prática em relação a estas. E como as outras criptos também possuem a mesma natureza baseada em blockchain que a Bitcoin, nem como reserva de valor a Bitcoin teria vantagem. Afinal, para que reservar valor com Bitcoin se posso fazê-lo com Monero, que possui a mesma essência deflacionária e ainda com valor prático como dinheiro? Não faz o menor sentido. Com o tempo, quando o povão começar a entender o que realmente são criptomoedas e blockchain e essa tecnologia começar a ser utilizada em larga escala no comércio, aí a Bitcoin irá começar a ruir frente às moedas mais úteis.

    Claro que isso é muito longo prazo e o processo é lento e gradual. Até lá a Bitcoin ainda irá se valorizar muito.

  8. Como vivemos em um mundo cada vez mais digital, me parece que chega a hora de o próprio dinheiro se tornar verdadeiramente digital, surgindo também uma reserva de valor digital, que seria o Bitcoin. Partindo deste princípio, entendo que o Bitcoin, ao lado de outras criptomoedas, está emergindo como mais um espécie de ativo, o que eu considero uma "caixa", que está sendo preenchida com energia monetária. A grande questão é, caso realmente sendo adotados, qual seria o tamanho da "caixa" dos criptoativos e do próprio Bitcoin no sistema financeiro, em termos de importância e valor. Talvez a resposta esteja posta a olhos vistos, e só daqui alguns anos ou décadas chegaremos a uma conclusão, como sempre o ser humano faz quando analisa fatos passados. Algumas pistas estão ai, como a digitalização da vida humana, e a transferência de energia monetária entre a atual geração e a nova.

  9. Parabéns novamente: comentário bem sucinto e técnico sobre o tema. Meu receio é que não há, salvo engano, uma norma para a mineração de bitcoin, ou seja, um país que desenvolva uma infraestrutura que consiga minerar mais de 50% dos bitcoins (com isso, mais de 50% da carga computacional da blockchain e sua encriptação) poderia ter uma certa "vantagem" e/ou "domínio" sobre tal. Ou estou equivocado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar