Crypto

Construtora brasileira aceitará Bitcoin em comercialização de imóveis

A construtora Galli Investimentos e Participações está lançando um empreendimento imobiliário que está aceitando Bitcoin (BTC) como forma de pagamento.

O valor a ser pago pelo comprador será embasado na cotação da criptomoeda no momento do pagamento, e aparentemente não terá a cobrança de taxas extras pelas transações.

Para tal propósito, a empresa aceitará Bitcoin e até poderá receber Ethereum (ETH) como forma de pagamento.

O complexo de apartamentos Extension Berrini da Galli Participações é um projeto inovador de apartamentos praticamente voltado para o público milênio (ou geração Y), e nessa transformação de gerações está empreendendo no modo de pagamentos do futuro, os criptoativos.

Em entrevista exclusiva para o Portal Bitnotícias o CEO da construtora, Ricardo Pucci, explicou os motivos que levaram a empresa a também introduzirem as criptomoedas como forma de pagamento.

Pucci acredita nos fundamentos e usabilidade da tecnologia blockchain como um meio revolucionário da internet do futuro, e assim acredita que as criptomoedas se tornarão a forma de pagamento mais usual das novas gerações.

De acordo com Pucci, até a problemática da pandemia aparecer o meio imobiliário era bastante atrasado nos quesitos de implementação digital.

Segundo ele, os mecanismos de formalização de contratos, autenticação de documentos, pagamentos e financiamentos, entre outros, ainda eram muito dependentes de terceiros, e nem um pouco digital.

Após o início da pandemia o setor se viu obrigado a evoluir, e neste contexto a implementação deste novo meio de pagamento seria uma ótima oportunidade de dar seguimento a esta evolução.

Pucci é um conhecedor das criptomoedas e fez questão de ressaltar as suas qualidades como sendo um meio de pagamento ágil e seguro, além de estar embasado numa tecnologia inovadora que eliminará prestadores de serviços e burocracias no meio habitacional.

Pucci ressaltou as qualidades do Bitcoin em detrimento a outros ativos como o dinheiro FIAT e o ouro, e ressaltou o modelo econômico dos criptoativos como reserva de valor.

De mais interessante foi o CEO da Galli preconizar que neste modelo de negócio de compra de imóveis, a criptomoeda Bitcoin seria utilizada única e exclusivamente como meio de pagamento.

Isto porque, a empresa não utilizará o ativo como reserva de valor futura, mas sim, manterá o seu conceito original desenhado por Satoshi Nakamoto de utilizar a criptomoeda como meio de pagamento.

Ainda no âmbito de preservar as características originais do protocolo Bitcoin, a empresa estimulará o cliente que optar pelo pagamento em criptomoedas a fazê-lo via P2P.

De acordo com Pucci, não foi difícil convencer os demais sócios da empresa a aceitarem pagamentos em Bitcoin, uma vez que o próprio empreendimento Extension Berrini traz modernidade em sua estrutura de apartamentos, área de lazer, e área social.

Este é o primeiro empreendimento da construtora Galli que está aceitando pagamentos com criptomoedas, e independentemente da aceitação desta nova forma de pagamento pelo público, a empresa pretende continuar oferecendo as criptomoedas como meio de pagamentos em empreendimentos futuros.

.

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! Acesse: http://www.bitcointrade.com.br/




Source link

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar