Economia

Por que dolarizar o patrimônio



Por que você deveria considerar dolarizar seu patrimônio, pelo menos parcialmente? Neste vídeo exploro as razões pelas quais é importante ter investimentos em moeda forte, como fazê-lo e quais são algumas das objeções comuns.

#Dólar #TaxaDeCâmbio #Investimentos
_________

INVESTIMENTOS GLOBAIS?
💬 Fale com a Liberta Global: https://tinyurl.com/LibertaGlobal

(0:00) Introdução
(1:50) Razões para dolarizar o patrimônio
(4:38) Instabilidade política e risco de jurisdição
(7:33) Como dolarizar investimentos
(9:20) “Mas vivo no Brasil com custos em reais, por que dolarizar?”
(11:10) “Dólar está caindo, vale a pena dolarizar agora?”
(12:30) Investimentos em moeda forte, não apenas em dólar
(16:00) Dolarizar é estratégia de longo prazo, não trade cambial

source

Etiquetas
Mostrar mais

31 Comentários

  1. Ao final, quando explico que deve-se aproveitar momentos em que dólar esteja baixo ou alto para dolarizar, o racional está em calibrar a exposição. Para quem JÁ tem investimentos dolarizados, momentos em que o dólar está muito alto (real bem depreciado) pode ser usado para realizar ganhos em dólar. Assim se calibra a exposição da carteira, reduzindo a parte em dólar, aumentando a parte em reais, apostando numa apreciação do real. Quando o real se apreciar de fato, calibra a exposição fazendo a operação inversa. Dessa forma, o patrimônio EM DÓLARES aumenta em qualquer cenário da moeda brasileira.

  2. Ulrich, o vídeo ta excelente, vc como sempre tem a visão mais realista sobre economia do que todos esses mainstream minions. Mas, pq vc insiste em ficar usando esse termo politicamente correto "países emergentes"? Pq não usa o termo correto "países subdesenvolvidos"? Quando vc fala "emergentes", isso da uma ideia de que esses países estão em uma fase de ascenção econômica, indo na direção de países desenvolvidos, de economias mais estáveis, o que não é verdade, principalmente quando se trata de países da América Latina, que estão seguindo na direção contrária ao desenvolvimento econômico, então não faz sentido esse termo "emergentes". O termo mais apropriado é aquele que a gente aprendeu na escola, nos anos 90, ou seja "países subdesenvolvidos", ou "países de terceiro mundo".

  3. Seria interessante poder, não apenas, comprar dólares, mas, também, fazer investimentos de renda fixa em dólares. Mas, comprar dólares é fácil, já, fazer investimentos em renda fixa com liquidez diária, em dólares, não sei como.

  4. Ótimo vídeo. Estou investindo cada vez mais em ETFs nos EUA. Estou recebendo muitos dólares que já estou reinvestindo pra baixar meu custo de aquisição. Receber em dólar sempre foi a melhor opção.

  5. No caso de manter melhor o poder de compra da moeda, seria uma boa opção fazer uso do PAXG (token lastreado ao ouro) ao invés de usar uma outra stablecoin por exemplo que seja lastreada no dólar ou real? Isso porque o dólar tende a depreciar mais que o ouro.

  6. Bom dia, você acharia uma boa estratégia manter os investimentos em Real e entrar comprado em U$ futuro quando a tendência for de apreciação do U$ e quando a tendência for de apreciação do Real, você entra vendido no U$ futuro. Quais seriam as vantagens e desvantagens desta estratégia?

  7. Os mesmos que falaram para vender tudo no Brasil e colocar nos EUA com dólar a quase 6 reais vão mandar você vender tudo agora e colocar no EUA com dólar a 5 reais e se o dólar chegar a 3 reais vão mandar você vender tudo nos EUA e colocar no Brasil e assim você seguirá pobre, idiotizado, seguindo youtubers que vendem mentiras como se fossem verdades. Vai lá gado.

  8. Eu entendo o ponto mas que fique claro que não é um governo "radical" que faz mal a economia implementando medidas necessárias e executadas faz décadas no mundo civilizado, mas sim cidadão gafanhoto como a classe média e alta brasileira. Mais do que moeda forte a estabilidade a fortaleza das economias fortes é o número menor de gafanhotos.

  9. Fico pensando, se aqueles que fazem parte do 1%-3% do Brasil, pessoas com real condição de investir. Investirem exclusivamente fora do país, produzindo riqueza fora do Brasil. Tal ação, em desacreditar no país, não forçaria uma desvalorização ainda maior da moeda, e reduzir ainda mais a possibilidade do Brasil em se desenvolver? Aliado a isso, os baixos impostos sobre renda do Brasil, essa dolarização…não promoveria um maior empobrecimento do país em todos os níveis?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar