Crypto

ICO – Para muitos, um mal negócio

O Portal Bitnotícias teve acesso a uma pesquisa realizada pela empresa de divulgação de criptografia Xangle, ao qual apresentou dados sobre investidores em Oferta Inicial de Moeda (ICO).

ICOs são moedas de projetos de criptografia que são lançadas antes da implementação do próprio protocolo do criptoativo.

O relatório mostrou que o mercado de criptoativos está crescendo, com investidores de todo o mundo cada vez mais de olho em projetos criptográficos.

Estes investidores não estão isentos de riscos, entretanto, os investidores estão entusiasmados em colocar dinheiro nesses projetos, pois estimam valorização em grande escala.

Para isto, muitos preferem investir em ICOs ao invés de investirem em protocolos consolidados no mercado, mas nem sempre a experiência é rentável.

A pesquisa mostrou que há muitas oportunidades e necessidades na indústria de criptografia para melhor a transparência e visibilidade dos projetos.

Mas observaram que as coisas “começaram erradas” quando muitos entrevistados confiaram em fontes de fóruns online a sugestões de amigos e parentes para iniciarem o investimento.

A empresa levantou que mais da metade (55%) dos investidores nos Estados Unidos investiu para ter algum tipo de retorno financeiro.

Dos entrevistados, pouco mais da metade (56%) fariam outro investimento em ICO.

A maioria destes declarou que “precisava de mais informações e pesquisas para ajudá-lo”.

Um terço dos entrevistados afirmaram que foram enganados ou que tiveram informações ocultadas pelos desenvolvedores dos protocolos ou sobre a ICO em si.

Destes, 54% declararam que os desenvolvedores da ICO deveriam ser responsabilizados criminalmente por suas ações.

Os entrevistados afirmaram sentir falta de regulamentação, conscientização e segurança para o mercado de criptografia.

Apesar disto, a pesquisa mostrou que 27,5% dos entrevistados acreditavam que a fiscalização regulatória impedia o desenvolvimento da indústria de criptoativos.

Também afirmaram que “mais responsabilidade, proteção ao investidor e informações são necessárias para aumentar a adesão do investidor”.

A empresa Xangle realizou a pesquisa com 600 usuários que participaram de ICOs entre 2017 e outubro de 2020.

Apenas 22% dos entrevistados investiram em ICOs em 2017.

Em 2018 foram 35% dos entrevistados; 2019 foram 26%; e a menor porcentagem de investidores foi observada em 2020 (9%).

O número mostra a redução da entrada de investidores em protocolos não lançados de criptoativos, apesar do crescente números de projetos de empresas criptográficas.

Apenas lembrando, em 2018 houve um longo período de desaceleração e decadência de preços do mercado cripto, e isto assustou investidores, conforme concluiu a própria pesquisa.

No mais, apenas este ano a Securities and Exchange Commission (SEC) americana confiscou mis de US$ 4,68 bilhões de dólares em multas à empresas criptográficas.

Deste montante, US$ 1,26 bilhão foram pagos pelos organizadores de ICOs não registradas.

.

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! Acesse: http://www.bitcointrade.com.br/




Source link

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar