Economia

O dilema das redes e a liberdade de expressão



Saiba antecipadamente todos os detalhes da próxima turma do meu curso CICLOS DE MERCADO: http://bit.ly/pre-turma3

Como assim o Facebook e o Twitter censuraram algumas notícias nesta semana? O que isso significa para a liberdade de expressão na internet? E para o futuro e modelo de negócios das gigantes de tecnologia?

#ODilemaDasRedes #LiberdadeDeExpressão #Censura
_________

(0:00) Introdução
(0:47) Facebook e Twitter censuraram notícia do NY Post
(2:09) O papel das redes: distribuidores ou editores?
(3:45) O que é a Seção 230 da “Communications Decency Act de 1996”
(5:14) As plataformas estão selecionando ou não o conteúdo nas redes?
(8:30) Esse debate pode definir a liberdade de expressão na internet
(9:57) Algoritmos buscam maximizar monetização das empresas
(10:45) A linha divisória entre editores e distribuidores não é clara

source

Etiquetas
Mostrar mais

20 Comentários

  1. Com certeza a liberdade de expressão deve ser defendida. Agora, o que pega são as fake news. Como tratar as informações de modo que os algoritmos preservem a liberdade de expressão, mas também nos protejam de pessoas mal intencionadas que querem espalhar mentiras?

  2. É uma "sinuca de bico". Se o que querem é uma neutralidade, caso um pedófilo insira algum conteúdo e ele chegar até algumas crianças e isso se tornar um caso real de pedofilia, tudo bem também? As redes são neutras e não têm nada a ver com isso? Ou vão cair de pau em cima deles?? E se criarem algum tipo de grupo para vender drogas?? Racismo, discriminação LGBT??? Neutralidade é neutralidade – simplemente deixa rolar?? São questões complicadas…

  3. A censura e viés politico de todas essas empresas é claro como ar! As desculpas são as mesmas retóricas genericas e sem explicação: discurso de ódio, fake news.
    "ainn mas não é censura pois é uma empresa privada…" Bem, se a empresa "privada" é um braço claro de um poder estatal então é censura sim!!!! O tal algoritmo é socialista por acaso? Decisão baseado em view é o kct!

  4. Essa reação das empresas de mídia social era esperada, até como pressão dos patrocinadores, acho natural, pureza e imparcialidade no mundo real não existe, o que predomina é ação e reação mesmo. O sistema judiciário é isso elevado a décima potência…

  5. Como citado por outros participantes, essas redes já há muito tempo deixaram de ser apenas distribuidores e passaram a ser sim, editores. Como "editores" censuram o que não "casa" com a "causa", deles. Simples assim! Alguma ação tem que ser adotada.

  6. Tenho mais de 50 anos e nunca senti minha liberdade de expressão tão limitada quanto atualmente, tenho que pensar mil vezes antes de falar alguma coisa ou dar minha opinião sobre algum assunto. e isso tende a piorar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar