Crypto

Onde foi parar o dinheiro FIAT que a China transformou em digital?

A China utilizou a cidade de Shenzhen para testar a sua moeda digital estatal, o Yuan digital.

Bem à frente dos países europeus e dos EUA, a China visiona o controle da economia mundial, e o passo mais claro para isso é transformar papel moeda em dinheiro de internet.

Os adeptos das criptomoedas sabem que moeda digital de Banco Central não é, e não será uma criptomoeda. Jamais.

Não vou generalizar os criptoativos para comparar com as moedas digitais dos Bancos Centrais, pois seria obsoleto comparar o protocolo Bitcoin com os demais, visto a sua dominância, fundamentos e soberania.

Assim, o Bitnotícias precisa reforçar três fundamentos básicos do Bitcoin para adentrarmos a uma problemática do teste com a moeda digital feito pelos chineses.

1- O Bitcoin é descentralizado. Não possui um Órgão ou Instituição que o domine. Seus fundamentos estão no White Paper escrito por Satoshi Nakamoto, e seu desenvolvimento está nas mãos da comunidade que lhe dá suporte.

2- O Bitcoin não necessitaria de terceiros para a sua movimentação ou transação, pois seu protocolo é embasado em tecnologia P2P. Atualmente as exchanges que abraçaram a causa servem de intermediários, mas é apenas uma opção para traders e investidores, derivada do valorizado ativo que se tornou.

E por fim, chegamos ao ponto do que nos intrigou para podermos refletir e escrevermos esta reportagem.

3- O Bitcoin possui suprimento restrito, com volume limitado a 21 milhões de unidades, e inflação controladamente decrescente.

Diante de um sorteio para aqueles que se inscreveram para servirem de cobaias do governo chinês, a cidade de Shenzhen distribuiu gratuitamente o Yuan digital para seus cidadãos.

Gratuitamente, pois os felizardos selecionados não tiveram que devolver a mesma quantidade de Yuan em papel para que este fosse destruído, e assim o Governo chinês não estaria imprimindo ainda mais dinheiro.

De fato, esgarçamos as buscas atrás da informação se o Governo chinês inutilizou a mesma quantidade de Yuans em papel em compensação aos Yuans digitais produzidos.

Não encontramos!

Apenas lembrando, muitas exchanges e protocolos de stablecoin realizam este processo para não superinflacionarem o mercado de criptoativos.

Se já era fácil o Estado apertar o “play” na impressora estatal e produzir dinheiro, imagine quão fácil será para os Governos darem um “copi-cole” no computador que produzirá as moedas digitais governamentais?

Aparentemente, o que era para ser uma inovação para as moedas estatais parece que terá os mesmos fundamentos, salvo certos detalhes.

O Governo chinês distribuiu através de um processo denominado airdrop o volume de 10 milhões de Yuans, o que corresponde a aproximados R$8,2 milhões de reais.

Conforme mostramos recentemente, os Governos nunca imprimiram tanto dinheiro FIAT, assim como, o dinheiro FIAT estatal nunca esteve tão desvalorizado.

Diante da iminente transformação do dinheiro FIAT em dinheiro digital, onde os países correm para criar as suas próprias moedas, o Bitnotícias levanta a questão do balanceamento econômico entre moeda FIAT física e moeda digital.

Caso os Governos não relevem este cuidado, a depreciação do dinheiro fiduciário será inestimável.

Nós continuaremos buscando a informação de como foi, ou como será feito o equilíbrio monetário entre inclusão das moedas estatais digitais e exclusão das moedas estatais físicas.

Mas o alerta está dado.

.

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! Acesse: http://www.bitcointrade.com.br/




Source link

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar