Economia

Brasil pode virar uma Argentina?



Será que o Brasil pode virar uma Argentina? Sim, pode. Mas basta não repetirmos os erros deles e nossos do passado para evitar esse destino.
Sobre a inflação de alimentos que estamos vendo atualmente, existem quatro fatores básicos que explicam essa disparada: câmbio, exportações, restrições da atividade produtiva e o a expansão monetária (déficit do governo).

#inflação #bolsonaro #taxadecâmbio
_________

SEJA ASSINANTE E RECEBA MEU MELHOR CONTEÚDO
👑 Faça parte: https://cutt.ly/assinatura-ulrich

PRECISA DE AJUDA PARA INVESTIR?
💬 Fale com a Liberta Investimentos: https://cutt.ly/lp_ulrich#liberta

RECEBA TUDO EM PRIMEIRA MÃO
📱 Canal do Telegram: https://cutt.ly/ulrich_telegram

CONTEÚDO DISPONÍVEL TAMBÉM EM PODCAST
🔊 Ouça também no Spotify: https://cutt.ly/ulrich_spotify

(0:00) Introdução
(1:05) 4 fatores explicam a disparada dos alimentos
(4:19) A depreciação do câmbio ocorre desde meados de 2019
(7:52) Impressão de moeda no Brasil é recorde em 20 anos
(10:33) Ministério da Justiça notificam supermercados sobre preços altos
(13:45) Procon-SP vai fiscalizar a alta de alimentos
(14:40) Na Argentina, congelamento fez sumir produtos
(15:50) Podemos virar uma Argentina? O que pode ser feito

source

Etiquetas
Mostrar mais

45 Comentários

  1. A Associação Brasileira de Supermercados (Abras) já explicou publicamente que o aumento dos preços do arroz e outros alimentos básicos se deve não às exportações, mas sim à súbita alta demanda gerada no início do lockdown, com vários brasileiros estocando alimentos por medo da incerteza do que poderia vir a acontecer.
    Apesar de não ter ocorrido desabastecimento, a própria Abras explicou que os produtores já vinham alertando para um reajuste de preços que estava sendo adiado para evitar polêmica durante a pandemia. Esse reajuste chegou. A moeda está de fato desvalorizando (há alguns anos), mas isso nunca gera um aumento de preços de produtos específicos, mas sim um aumento generalizado.
    A causa desse aumento de preços específicos nos alimentos básicos foi, de fato, o lockdown (como explicado acima) e não as exportações.
    Evidentemente qualquer produtor já havia percebido desde antes da pandemia que o Real estava desvalorizando, o que já justificaria exportações para maior lucro com moeda estrangeira, mas tais exportações só aconteceram recentemente, o que deixa claro que há algo de errado que os produtores estão percebendo no mercado interno que os faz preferir realizar maiores exportações.
    Sinceramente, não é como se todo produtor fosse burro ao ponto de exportar demais por mera "maldade", sabendo que sempre existe o risco do governo tabelar os preços numa canetada.
    E claro, acrescente a isso o auxílio emergencial e o que ele causa conforme explicado no vídeo.

  2. Rapaz, sua análise é uma piada!!! As comparações com outros países só pode ser brincadeira!!! Vendo as respostas abaixo percebe-se quem olha seus vídeos. Comparar a Argentina com o Brasil é correto para quem nunca viu um mapa Mundi ou nenhum comparativo. Mas já saquei a sua, é de like que tu gosta!

  3. Cruel e enviesado o tal argumento do impacto na "expansao da base econômica" do auxílio emergencial e nao citar seus aspectos positivos relevantes deste programa transitório em momento tao grave desta maldita pandemia. Seguem aspectos relevantes: combate a subnutrição e fome para os mais vulneráveis, atenuação dos níveis extremos de desigualdade social, amenizacao dos impactos drásticos desemprego, estímulo ao consumo como forma reduzir o impacto recessivo e retorno na própria arrecadação dos impostos.

  4. Fernando, boa tarde. Cara eu concordo com a sua linha de raciocínio e, inclusive, sempre foi a minha. Sou de origem humilde e da classe de baixa renda, mas entendo perfeitamente os efeitos de algumas coisas na economia e você falou muito bem tudo aquilo que aprendi sobre economia. É o grande desafio para o país, mas você falou muito bem ao dizer que não dá mais para o setor público se isentar da responsabilidade e escorar no cidadão.

  5. Acho que podemos ficar relativamente tranquilos se as reformas continuarem caminhando. Caso notarmos que elas não vão passar ou se elas ficarem desfiguradas demais e se começarem a zuar o barco controlarem preços em massa , aí é hora de começar a fazer as malas. É meio precipitado levar pro lado da emoção dizendo que vai tudo virar uma zona e que não adianta mais. Também não penso assim. O Brasil Já tem muita gente organizada em varios setores da economia que defendem a lei da oferta e demanda e medidas de austeridade apesar de ter muita gente do outro lado também. Vai ser tudo questao de qual lado fizer mais força.

    Acho que o BR nao vai controlar preços. Pelomenos Não de uma forma escancarada e generalizada. Porém eu tenho um pouco de receio das reformas não passarem.

  6. PORQUE NÃO A VENUZUELA???!!! NAS ENTRANHAS DO BRASIL O CÂNCER DE CURITIBA DEVASTANDO TODO ORGANISMO PRODUTIVO, ENTRA GUEDES “O COVID´´VENDENDO O BRASIL AOS PEDAÇOS EM CONLUIO COM UM SOLDADO PRESIDENTE DEMENTE APATRIDA ,SERVIÇAL DOS ESTADOS ÚNIDOS , ABSURDO , ENTREGUISTAS DA NAÇÃO COM MILITARES BANDIDOS,SUBSÊRVIENTES DESTA NAÇÃO PREDADORA,SANSÕES,EMBARGOS,SEQUESTRO DE DOLARES DE NAÇÕES SOBERANAS, FOMENTA GUERRAS PARA FORNECER ARMAS OBSOLETAS A PESO DE OURO PARA SE MATAREM ENTRE SÍ…CHEGA A DAR NOJO DESTAS ESCÓRIAS…E.U.A QUER TIRAR MADURO , MANDE MERCENARIOS, NÃO ENVOLVA O BRASIL, POVO AGREGADOR DE BOM CORAÇÃO, QUE SUPORTA POLITICOS BANDIDOS DE TODA ESPECIE, MAS NÃO ENVOLVA A TERRA DO CRUZEIRO EM VOSSA LOUCURA ARMAMENTISTAS, PARA NÓS CHEGA A GUERRA DO PARAGUAI, QUE JAIR NÃO TEM NOÇÃO NEM A MAIORIA DOS MILITARES BRASILIANOS… E.U.A NÃO CHEGA 60.000 SOLDADOS CAMPESINOS,AGRICULTORES, IGNORANTES MORTOS E MILHARES DE MUTILADOS NO VIETINÃ, ATÉ QUANDO TEREMOS QUE VIVER COM ESTA NAÇÃO BELICOSA??? ESTE ÍMPERIO FAZ ALGUMA BEM PARA OS POVOS DO PLANETA? NÃO!!! SÓ OPRESSÃO E GUERRAS , EX: BRASIL PODERIA TER TRENS BALAS EM TODAS CAPITAIS E PRINCIPAIS AEROPORTOS , MAS SÓ TEMOS SUCATAS, POR QUE ? INSTITUIÇÕES SE VENDEM , SÃO COMPRADAS COM MIGALHAS COMO CÃES EM BAIXO DE MESAS, SÓ PARA LEVAR FAMILIA A DISNEY,TUR A EUROPA E UMA PEQUENA SOMA EM PARAISOS FISCAIS , E SEU PAIS E POVO QUE SE DANE…

  7. Como o Brasil poderia virar um Argentina ?
    Com juros básico a 2% e inflação a 3%
    Brasil fez as reformas que Argentina não fez , Brasil possui reservas de 380 bilhões de dólares pra contar a especulação cambial , Brasil possui mercado interno gigantesco, Brasil possui uma balança comercial positiva

    Não existe a menor comparação entre Brasil e Argentina

  8. Bolsonaro e sua equipe estão engessados pelo aparelhamento do Estado e, portanto, não conseguirá fazer merda nenhuma! Continuamos com um governo "o mais do mesmo": filosofia comunista em quase todas as instituições, economia de cunho fascista, Estado gigante, analfabetismo funcional e todo o povo usando máscaras. O país não mudará tão cedo, se é q mudará um dia.
    #OlavoTemRazão

  9. Com todo o respeito, mas o PIB per capta dos irmãos platinos, ainda e 45% maior que o nosso! Sem contar todos os demais índices de segurança que ainda e bem superior. Assim, na visão deles , nos estamos mais próximos da vizinha Venezuela. Saudações de Curitiba.

  10. É utopia acreditar que somente essas reformas vão diminuir os gastos, temos que lembrar da corrupção, desvio de milhões, obras e contratos superfaturados, rachadinhas e etc.. Boa parte da má administração e alto gasto é devido a corrupção. Este governo não está fazendo nada para dificultar a vida daqueles que roubam do Estado.

  11. Estabilizar o cambio? é facil… pq o banco central não deixa termos conta em dolares ou em outras moedas no Brasil? aliás, mais facil ainda.. usó usar Bitcoin e pronto.. adeus a inflação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar