Crypto

Quais foram as principais notícias desta semana?

Durante esta semana, foi revelado um dos maiores escândalos envolvendo a falsificação de ouro da história. Uma processadora de ouro privada da China teria levantado US$ 2,8 bilhões em empréstimos usando ouro falso no país. Além disso, as baleias cripto, detentores de altas quantias de criptomoedas, voltaram a movimentar o mercado. De acordo com uma pesquisa da Glassnode, o número de baleias Bitcoin voltou a crescer pela primeira vez desde 2016, contudo o valor acumulado por elas não tem aumentando. Enquanto isso, dados da Santiment apontam que movimento de acumulação por parte de baleias resultaram em um significativo aumento no valor de tokens ERC-20. 

83 toneladas de ouro falso são usados como garantia para empréstimos bilionários na China, revela investigação

Uma recente investigação, realizada pela agência de notícias Caixin, identificou um dos maiores escândalos de falsificação de ouro da história. Segundo a agência, a maior processadora de ouro privado de Hubei, na China, a Wuhan Kingold Jewelry teria usado pelo menos 83 toneladas de ouro falso como garantia para empréstimos bilionários. A empresa teria conseguido empréstimos no valor de 20 bilhões de yuans, aproximadamente US$ 2,8 bilhões em mais de uma dúzia de instituições financeiras do país. 

Pesquisa: Baleias Bitcoin estão se multiplicando, mas também estão ficando mais pobres

De acordo com um relatório publicado pela Glassnode, nesta semana, as baleias Bitcoin estão de volta, mas mais pobres do que antes. Pela primeira vez desde 2016, o número de baleias Bitcoin – grandes detentores de pelo menos 1.000 Bitcoin (mais de US $ 9 milhões em criptomoedas) está aumentando. Contudo, enquanto existem novas baleias no mercado o saldo total de Bitcoin mantido pelas baleias também começou a aumentar pela primeira vez desde 2016, “as baleias individuais não estão ficando mais ricas”, observou Glassnode.

Senadores americanos apresentam projeto de lei que pode tornar o Bitcoin ilegal nos EUA

Nesta última semana, três senadores republicanos apresentaram um projeto de lei intitulado Lei de Acesso Legal aos Dados Criptografados de 2020 (LEAD), que busca permitir que agentes da lei dos EUA possam acessar dados criptografados de diversos setores do mercado. De fato, o projeto de lei tem potencial para impactar significativamente o mercado das criptomoedas, principalmente o Bitcoin, já que as medidas propostas não poderão ser aplicadas à principal criptomoeda. 

Movimentação de baleias faz despertar interesse em Chainlink, LEND e ZRX

Alguns dos principais tokens ERC-20 presenciaram um significativo aumento em seus valores nos últimos dias. De fato, esse aumento foi impulsionado por atividades de baleias, apontou os dados da Santiment. Os tokens baseado em Ethereum registraram alta desde o começo da semana, quando as baleias começaram uma tendência de acumulanção. De acordo com a plataforma de análise, as principais moedas que sentiram este efeito foram a Aave (LEND), Chainlink (LINK) e 0x (ZRX).

Bitcoin tem ROI de quase 3.500% nos últimos cinco anos, aponta estudo

O analista de dados, Justinas Baltrusaitis, recentemente compartilhou um estudo que mostra que o Bitcoin teve ROI de quase 3.500% nos últimos cinco anos. O ROI, retorno sobre investimento, de um ativo mede o retorno de um investimento em relação ao seu custo inicial. O analista observou o mercado do Bitcoin e de cinco outros índices de mercados de ações tradicionais, entre junho de 2015 a junho de 2020.

.

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! Acesse: http://www.bitcointrade.com.br/




Source link

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar