Crypto

O Evangelho de Satoshi Nakamoto – Cap. 38 vers. 6

Boa noite povo!

Hoje a penúltima parte da tradução de “Scarce Objects”, da qual vimos a quinta parte no último versículo

Uma Solução

Conversão automática de moedas, como feito hoje por alguns cartões de crédito e máquinas de atendimento automático, é um tipo primitivo útil de tradução de mercado. O leitor casual (e usuário) pode pensar o tradutor de mercado (MT, na sigla em inglês) como um tipo chique de conversor automático de moeda, e entender a essência. O MT serve para converter, fazer hedge, e em geral, reestruturar os contratos de condições de pagamento negociados de qualquer maneira.

Nossa principal novidade é contabilizar orçamentos pessoais, não em termos de qualquer padrão externo de valor, mas em termos de unidades de contabilidade pessoal (UCPs, [na sigla em português, porque em inglês fica feio hahaha]). As UCPs correspondem ao que Alice pode expressar sobre sua utilidade pessoal. O MT determina as preferências estáticas e temporais de Alice a partir do orçamento que Alice já mantém (por exemplo, o orçamento de sua pequena empresa no Quicken). Formulários adicionais de especificação de preferências podem ser fornecidos além dos de um programa orçamentário normal. Por exemplo, as configurações de preferência de software de Alice, seu comportamento com teclado e mouse e pistas semelhantes podem ser interpretadas de maneira útil como preferências econômicas, por exemplo, em relação a onde alocar espaço escasso na tela e largura de banda da rede.

Por conveniência, a UCP de Alice pode corresponder à moeda local mais usada por Alice. Se a maioria dos itens de orçamento de Alice lida com contratos on-line negociados via MT, o uso da moeda local não é de forma alguma necessário e é indesejável se essa moeda for instável.

Aqui está um diagrama mostrando Alice e Bob negociando um contrato usando seus tradutores de mercado:

Alice Bob
minuta de contrato, “fonte/origem” minuta de contrato”, “fonte/origem”
  (UCPs de Alice) (UCPs de Bob)
^ ^
| |
          MT           MT
| |
          v v
minuta de contrato, “destino” <———-> minuta de contrato, “destino”

Um modo no qual o MT pode ser usado é fazer com que Bob ofereça um contrato binário de pegar ou largar, correspondendo à prática atual de varejo de preços de pegar ou largar. No modo mostrado acima, Alice e Bob negociam para frente e para trás. A negociação dos termos do contrato de origem geralmente será manual. O “idioma de origem” normalmente será uma GUI legível por humanos, enquanto o “destino” será uma linguagem de contrato formal padrão. Se Alice e Bob puderem inserir preferências que levem a negociações automatizadas, um “bot de compras” e um “bot de catálogos” respectivamente poderão ser usados. Essa é uma camada acima e além do escopo do MT. O MT é apenas um “bot de compras” na área restrita, mas importante, dos contratos compostos por contratos atômicos ao portador – direitos a objetos escassos – na medida em que as relações de preço entre esses contratos de portadores estejam disponíveis nos mercados cotados. 

O MT atua como um compilador de linguagem de computador. Mas isso se traduz nos dois sentidos e em tempo real, conforme Alice e Bob negociam as condições de pagamento. Assim, por exemplo, Alice altera um termo em seu contrato, propondo pagar menos UCPs de Alice pelos serviços de Bob. Seu MT traduz isso em uma série de pagamentos e hedges: um contrato sintético sofisticado tão obscuro para Alice e Bob quanto o código binário é para muitos programadores hoje em dia. Esse sintético é constituído de títulos líquidos do mercado (contratos ao portador) e derivativos de baixo custo de transação. Um contrato sintético é naturalmente representado como um objeto composto, uma hierarquia parcialmente composta que compõe “átomos” contratuais primitivos, como valores mobiliários e derivativos.

O MT de Bob traduz inversamente os termos reais do mercado em UCPs de Bob. Embora cada um deles aceite diferentes valores de pagamento, a estrutura visível além dos valores e o contrato subjacente completo são os mesmos. Eles podem ter certeza de que, quando suas preferências forem atendidas, suas mentes se encontrarão e poderão se comprometer com o contrato.

Como resultado, Alice e Bob veem o contrato em termos de suas próprias unidades de utilidade pessoal consistentes. Toda consideração de taxas de câmbio, riscos de inflação etc. é tratada pelo MT.

Os MTs de Alice e Bob podem fazer conversões paralelas, hedge e reestruturações para equilibrar seus portfólios. Essas coberturas laterais não são reveladas uma à outra. Quaisquer termos binários que possam ser cobertos de lado podem ser distanciados arbitrariamente do que Alice e Bob preferem financeiramente. Assim, Alice e Bob não precisam revelar suas preferências financeiras um para o outro.

(Observação: para contratos com prazos de pagamento atrasados, Alice e Bob determinarem o risco de crédito causado pelas exposições de crédito uns dos outros é um problema importante, mas está além do escopo do MT, como o descrevi).

Todo o conjunto de contratos de Alice com todas as suas contrapartes constitui seu portfólio completo – não apenas um portfólio de investimentos segregado, mas um portfólio completo que abrange todas as suas finanças. Esse portfólio é representado como um composto de contratos compostos e forma a base de todo o planejamento financeiro de Alice e da atividade automatizada de reequilíbrio de portfólio do MT.

A principal estrutura de dados que representa os contratos para fins analíticos é a árvore de decisão de chance / escolha. Essa árvore possui dois tipos de nós, nós “chance”, que iteram em todas as possibilidades materiais e nós “escolha”, onde é feita a escolha ideal. O resultado é o valor esperado de um conjunto de termos contratuais. As árvores podem representar um grande número de contratos com baixa resolução (muitas podas e heurísticas) ou um contrato simples com alta resolução (todas as possibilidades consideradas). Os computadores de mesa são ou serão rápidos o suficiente para pesquisar milhares de contingências e contratos sintéticos compostos por centenas de contratos atômicos, com atrasos menores que as latências da Internet. Portanto, o contrato binário pode ser um sintético muito sofisticado, desde que sua análise seja totalmente automatizada e ainda conserve os custos de transação mental.

Terminada a sexta, no próximo versículo a parte final.

.

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! Acesse: http://www.bitcointrade.com.br/




Source link

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar