Crypto

Zoom permite que FBI vigie chamadas de usuários não pagantes

A empresa de comunicações, Zoom, não tem intenção de adicionar criptografia de ponta a ponta às chamadas Zoom para seus usuários gratuitos. Enquanto isso, está desenvolvendo essa criptografia de ponta a ponta para seus clientes comerciais, graças à aquisição da Keybase no mês passado.

“Queremos trabalhar em conjunto com o FBI, com a aplicação da lei local, caso algumas pessoas usem o Zoom para fins ruins”, disse Eric Yuan, CEO da Zoom, durante uma teleconferência do Zoom, nesta quarta-feira (3).

O Zoom transformou-se em um serviço indispensável em meio ao surto de coronavírus. Com os cidadãos em casa, as reuniões típicas da rotina migraram on-line. Mas, embora isso tenha sido um benefício significativo para a empresa de comunicações, também teve suas armadilhas.

Nos últimos meses, os protocolos de segurança do Zoom passaram por um grande esforço. Esse teste de estresse global expôs uma infinidade de questões de segurança e provocou uma confusão excessiva na privacidade. Em abril, o método reivindicado pela empresa de criptografia de ponta a ponta foi esvaziado, pois foi constatado que o Zoom tinha acesso a dados de usuários não criptografados. Logo depois, relatórios revelaram que hackers poderiam roubar senhas de clientes vulneráveis.

No entando, a notícia não pareceu muito boa para alguns usuários. As empresas já começaram a boicotar o Zoom em oposição à falta de controle de privacidade do serviço. A mais notável foi a SpaceX, que proibiu seus funcionários de usar o Zoom em abril, citando “preocupações significativas de privacidade e segurança”.

Agora, após esta última aparente afronta, outros estão pulando na onda.

“Acabei de cancelar minha assinatura do @zoom_us do meu escritório de advocacia, que havia comprado recentemente para ajudar na consulta remota com clientes durante o bloqueio do COVID-19”, twittou o advogado Joel Alan Gaffney em resposta ao anúncio de Zoom.

O jornalista Adam L. Penenberg também condenou a decisão. “Por que as pessoas que podem pagar pelo Zoom não cometem crimes?”, ele disse.

No entanto, de acordo com um porta-voz da Zoom falando ao The Independent, a empresa pretende fornecer criptografia de ponta a ponta aos usuários que verificam sua identidade. Não se sabe se isso se estenderá a usuários gratuitos.

.

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! Acesse: http://www.bitcointrade.com.br/




Source link

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar